Tudo que o síndico precisa saber sobre infiltração no condomínio

Tudo que o síndico precisa saber sobre infiltração no condomínio
Para desempenhar a função de síndico, é fundamental ter muito preparo e responsabilidade. Sobretudo quando surgem problemas que coloquem os moradores e seu patrimônio em risco. Um cuidado que nunca pode ser subestimado é o que diz respeito à infiltração no condomínio. As infiltrações de maneira geral são muito nocivas a qualquer edificação, e precisam ser reparadas da maneira mais breve possível. Quando essas infiltrações ocorrem nas áreas privativas, cabe ao síndico cobrar que o responsável promova o conserto. Já quando a infiltração aparece na área comum, quem tem que pôr a mão na massa é o síndico.
Para não ser pego de surpresa, siga esse guia prático:
1. Detecção da infiltração
Uma infiltração só pode ser detectada depois que já aconteceu, seja pela aparição de manchas no teto, seja pelo gotejamento, então fique de olho, Não espere alguém reclamar para tomar uma atitude. As garagens e as lajes do último andar são as maiores vítimas de vazamento no condomínio. Ter um plano de manutenção que seja cumprido à risca permite que você seja o primeiro a saber do problema. Dessa forma, a ação corretiva pode ser tomada de forma rápida, diminuindo sensivelmente os estragos.
2. Isolamento do local atingido
Tão logo a infiltração seja constatada, e esteja acontecendo na garagem e bem em cima de alguma vaga de estacionamento, o mais prudente é isolar essa vaga até que o reparo seja executado.
A água que passa pela laje carrega junto com ela sais minerais do concreto, que quando entram em contato com a lataria do carro, danificam sua pintura. Para os casos onde possam haver móveis, tapetes e carpetes, vale o mesmo.
3. Busca de ajuda profissional
Não tente resolver um problema complexo como esse com o “faz tudo” do prédio.
As falhas da impermeabilização que dão origem às infiltrações costumam acontecer por conta do emprego de materiais incorretos ou pelo uso de mão de obra sem especialização
Busque empresas com boas referências no mercado, que possam dar garantia dos serviços prestados e que contém com mão de obra qualificada.
4. Escolha do sistema
Dê preferência por sistemas com tecnologias mais modernas, que possam te oferecer durabilidade e qualidade. existem empresas especializadas no mercado que possuem todo o conhecimento técnico e autoridade no assunto.
 
5. Finalização do reparo
Com a impermeabilização reparada, basta providenciar os serviços de reparo nos forros, tetos e paredes que eventualmente tenham sido atingidos pela infiltração.
 FONTE- fibersals
Qual a tecnologia por trás do elevador inteligente?
Consultor ensina a elaborar agenda de trabalho e lista de insumos para organizar limpeza de condomínios
Benfeitorias no condomínio
18 de setembro de 2019
Poupança em nome do condomínio tem isenção de imposto de renda?
Profissional ou não, síndico é essencial aos condomínios

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário