Entenda quais são os principais cargos dentro dos condomínios

Entenda quais são os principais cargos dentro dos condomínios

É fundamental na gestão de funcionários ter a organização dos cargos e funções no condomínio. É muito importante que o síndico e os funcionários entendam bem quais são as suas atribuições no condomínio. Por isso, iremos falar nesta matéria quais são os cargos no condomínio e quais são as suas funções de cada colaborador.

Quais são as funções e os cargos que existem dentro do condomínio?
Auxiliar de serviços gerais, gerente predial, zelador, subsíndico. Muitos são os cargos que existem dentro de um prédio e identificar qual é o dever de cada colaborador pode ser uma tarefa complicada. Tendo em vista que grande parte dos moradores – ou até mesmo alguns prestadores de serviço – se sintam confusos quando vão delimitar obrigações para cada pessoa.

Os cargos dentro do condomínio e as funções de cada atuação, de acordo com essa convenção, que é produzida todo ano pelos sindicatos de empregados de edifícios ao Ministério do Trabalho. De forma resumida, esse documento contém as tarefas de cada  cargo e demais questões trabalhistas, como benefícios, pisos salariais, entre outros.

A pouco tempo atrás, os funcionários que eram contratados por prédios ou condomínios residenciais poderiam ser considerados empregados domésticos legalmente. Mas, isso foi alterado na Lei Federal 2.757/56 e, com essa mudança, os funcionários de condomínios ou prédios residenciais passaram a ser amparados pela legislação trabalhista. Por isso, cabe às gestões respeitar e garantir os direitos dos funcionários dentro do condomínio.

 

Quais são os cargos mais comuns no condomínio e quais são suas funções?

Síndico

O principal líder do condomínio é o síndico. Ele é o responsável legal pela administração e gestão do prédio, além de ser uma espécie de encarregado dos demais cargos dentro do condomínio. O condomínio poderá optar por um síndico morador ou por contratar um síndico profissional.

Subsíndico

O subsíndico é um cargo não obrigatório dentro do condomínio, mas é bastante comum em diversas gestões. Na maior parte dos condomínios, a convenção e/ou o regimento interno do condomínio estipulam se possui a necessidade do condomínio ter um subsíndico.

Assim como o síndico, ele também atuará como um auxiliar nas questões administrativas e rotineiras do condomínio. É ele quem assume o papel de gestor do condomínio quando o síndico estiver ausente, em caso de férias, renúncia ou qualquer tipo de necessidade de ausência.

Zelador

Em qualquer problema no condomínio, é comum que os moradores procurem o zelador. Mas, nem tudo faz parte das atribuições desse profissional. Uma das principais funções do  zelador é coordenar a rotina no condomínio, garantindo que tudo funcione corretamente.

Auxiliar de serviços gerais

O auxiliar de serviços gerais possui uma função de detectar, resolvendo alguns problemas no condomínio. É conhecido como “encarregado de manutenção” ou “encarregado do condomínio”, responsável por resolver várias adversidades no ambiente predial. O auxiliar de serviços gerais é muito indicado para condomínios pequenos, onde contratar um zelador seja caro demais.

Recepcionista
Em condomínios comerciais, é fundamental ter uma boa equipe de recepcionistas. Essa prática garante alto padrão de profissionalismo e atendimento, além de ser um diferencial na rotina do condomínio.

Porteiro
O porteiro é um funcionário tradicional dentro dos condomínios. Ainda que esse cargo seja semelhante ao de recepcionista, os porteiros são mais eficientes em condomínios residenciais.

 

Descubra agora 7 vantagens de morar em um condomínio fechado
5 falhas de segurança: Síndicos e moradores devem estar atentos
Prestação de contas do condomínio: fique por dentro!
Dicas para fazer uma mudança organizada
Obras em condomínio: como dividir os custos?
Fiador, seguro-fiança e caução: conheça as diferenças

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário